Sedam apreende veículos, armas e munições durante operação na Reserva Extrativista Jaci-Paraná

OPERACAO12

 

Foi realizada no último dia 12 (terça-feira) ação de fiscalização da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) com o apoio do Batalhão da Polícia Ambiental (BPA) na Reserva Extrativista Jaci-Paraná, entre Porto Velho e Ariquemes.

Essa operação é continuação de outras duas ações na Resex Jaci-Paraná e no Parque Estadual Guarajá Mirim, onde através de prisões anteriores foram localizados indivíduos que faziam parte de organizações criminosas que praticavam o desmatamento tanto no Parque Guajará Mirim, quanto na Resex Jaci-Paraná.

Durante a operação do dia 12 foram apreendidos 02 tratores, 01 caminhão carregado com madeiras em toras, 05 motoserras, 01 carro de passeio, 02 motos, 03 armas de fogo, além dos 04 infratores pegos no ato de exploração da madeira, que foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Buritis.

Segundo o Secretário de Desenvolvimento Ambiental, Vilson de Salles, o objetivo destas operações foi mostrar à sociedade o trabalho que a Sedam está fazendo em conjunto com a SESDEC no combate aos crimes ambientais, tanto com ações de polícia administrativa como ações de polícia judiciária, de modo a prender não somente quem está em flagrante delito, mas principalmente quem está fomentando este tipo de crime no Estado.

Fonte
ACRI - Assessoria de Comunicação e Relações Institucionais

Parque Estadual Guajará-Mirim deve ser aberto para visitação pública a partir de 2018; trilhas verdes e cachoeiras são atrativos

PARQUE GUAJARA MIRIM

Trechos encachoeirados são atrativos do Parque Estadual Guajará-Mirim, uma das 40 unidades de conservação de Rondônia

Trilhas verdes que passam por cachoeiras, monumentos históricos como a primeira casa construída na unidade de conservação, área de campi, contemplação de espécies florestais com explicação do guia sobre a característica de cada uma. Esses são alguns dos atrativos do Parque Estadual Guajará-Mirim, o primeiro a ser aberto para visitação pública em Rondônia.

Segundo o coordenador de Unidades de Conservação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), engenheiro florestal Denison Trindade Silva, a previsão é que a visitação aconteça a partir do primeiro semestre de 2018. Também é previsto para o próximo ano que o parque ganhe um atrativo a mais, uma trilha para mountain bike.

‘‘Esperamos alcançar o público das escolas, comunidades do entorno e turistas, além de incentivar pesquisas científicas, e para isso entramos em contato com a Unir [Universidade Federal de Rondônia] e faculdades particulares’’, explica o coordenador.

Além desse, Rondônia ainda tem mais dois parques estaduais: o Corumbiara e Serra dos Reis, mas o coordenador explica que a visitação pública será aberta pelo parque Guajará-Mirim por ser o que mais sofre pressão.  ‘‘É um parque que sofre pressões de invasores e de roubo de madeiras, mas a partir do momento que a gente consolidar o uso dele com certeza esses impactos irão diminuir’’, afirma o coordenador.

Parques Estaduais de Uso Público Sedam 30 01 2017 Jeferson mota 1 1

O coordenador da CUC Denison Trindade aponta  impactos positivos da abertura do parque a visitação pública

A visitação que iniciará por conta do governo, deve ser terceirizada. ‘‘Está previsto termos de referência para 2018. O que vai definir quais serviços iremos terceirizar dentro dos parques estaduais com todos os critérios que o Estado irá exigir’’, esclarece. O mesmo deve acontecer com os outros dois parques. ‘‘A abertura da visitação a eles vai demandar um esforço maior do governo para poder estruturá-los’’, aponta o engenheiro florestal esclarecendo que eles não passam pelas mesmas pressões que o de Guajará-Mirim.

INVESTIMENTO

O investimento para adaptar o parque Guajará-Mirim para visitação pública foi de cerca de R$ 1 milhão, sendo cerca de R$ 600 mil de contrapartida do Estado e o restante recurso do Governo Federal através do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa). ‘‘Estamos em processo de reforma da sede do parque. Outros investimentos foram quanto à abertura de trilhas e construção de pontes’’, conta. O parque também passa por reaviventação dos limites.

Conforme o Decreto n° 21.624, publicado no dia 13 de fevereiro no Diário Oficial do Estado, os parques estaduais estarão abertos à visitação pública diariamente das 8h às 17h. ‘‘É um avanço e isso vem para proporcionar o que a gente busca que é consolidação dessas unidades. A Coordenadoria da Unidade de Conservação da Sedam está trabalhando para que a gente possa realmente implementar as ações específicas de cada unidade de conservação’’, disse.

‘‘Esse trabalho não seria possível se não tivéssemos o total apoio do Estado que vem trabalhando para que a gente realmente consolide essas unidades de conservação que são 40 no Estado e há um esforço muito grande do governo do Estado para isso aconteça’’. A inciativa inédita no Estado vai fortalecer a preservação ambiental, diminuir a pressão sobre as áreas verdes e fomentar a geração de emprego e renda de forma sustentável.

 

Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Sedam
Secom - Governo de Rondônia

Sedam inicia monitoramento da biodiversidade na Estação Ecológica de Samuel

01

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), através da Coordenadoria de Unidades de Conservação (CUC) e em parceria com a Coordenadoria de Engenharia Florestal da FARO, realizou a instalação e medição de uma amostra tipo conglomerado para monitoramento do bioindicador “vegetação” na Estação Ecológica de Samuel, localizada no município de Candeias do Jamari. Esta ação está contemplada dentro do Programa de Monitoramento de Biodiversidade do programa Áreas Protegidas da Amazônia (ARPA) e objetiva o acompanhamento das condições ambientais da ESEC SAMUEL à longo prazo.

Os trabalhos foram conduzidos pelos responsáveis pela gestão da Esec Samuel: Renato Berwanger, Engenheiro Florestal; Cleimar Scarmucim, Gestora Ambiental; Sílvia Gonçalves,  Biológa e também pelo Engenheiro Florestal da Faro Eugênio Pacelli Martins, que estava acompanhado por acadêmicos do curso. Trata-se da primeira Estação de Monitoramento instalada em Unidade de Conservação Estadual, cujo planejamento inclui mais sete unidades de Conservação Estaduais. Dessa forma as UC´s Estaduais passam a fazer parte de uma rede de Monitoramento de Biodiversidade da Amazônia.

As ações desenvolvidas visam a utilização das Unidades de Conservação Estaduais de acordo com suas categorias, no caso da ESEC Samuel de proteção integral sendo permitido apenas as pesquisas científicas e educação ambiental. Desse modo as UC´s Estaduais passam a fazer parte de uma rede de Monitoramento de Biodiversidade da Amazônia contribuindo com os estudos científicos nacionais.

Fonte
CUC - Coordenadoria de Unidade de Conservação
ACRI - Assessoria de Comunicação e Relações Institucionais

Sedam intensifica operações nas Unidades de Conservação

OPERACAOCUC
A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), através da Coordenadoria de Unidades de Conservação vem intensificando as operações contra o desflorestamento em Unidades de Conservação.

As unidades de Conservação, possuem características especiais e são preservadadas a fim de guardar a representividade de porções significativas e ecologicamente viáveis. Por isso, a necessidade de constante fiscalização nessa áreas.

Somente no final de semana passado (dias 04 e 05 de novembro), foram fiscalizadas simultaneamente 04 Unidades de Conservação: Resex Rio Preto Jacundá, Resex Aquariquara, Resex Ipê e Parque Guajará-Mirim.  A operação contou com o apoio do Núcleo de Operações Aéreas - NOA da Polícia Militar e, teve como resultado a  contabilização de vários barracos destruídos, apreensões de motosserras, lascas e infratores.

fotos operacao UC

 

Fonte
ACRI - Assessoria de Comunicação e Relações Institucionais

Sedam comemora o Dia das Crianças na Reserva Extrativista Rio Jacundá

AÇÃO CRIANCAS CUC 2

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), através da Coordenadoria de Unidade de Conservação (CUC) realizou no último dia 16 ação em comemoração ao dia das crianças na Reserva Extrativista Rio Preto Jacundá, em Machadindo do Oeste. A Ação foi repleta de brincadeiras e contou com a distribuição de brinquedos, doces, kits escolares e, com um almoço comunitário.

Deninson Trindate, Coordenador da CUC, agredece o Secretário de Desevolvimento Ambiental, Vilson de Salles, pelo apoio que ele vem dando às ações sociais e de resgate à dignidade da população extrativista. Ressalta também a gratidão à equipe da Coordenadoria e os doadores, que fizeram acontecer essa, que foi a primeira atividade junto às crianças da reserva.

 

Fonte
ACRI - Assessoria de Comunicação e Relações Extrativistas

Página 1 de 5

Banner_Landing_750x120 modulo_de_consulta_publica_CAR_menor_03_03 fogo750x120 Banner_-_site_sedam UMIRIZAL

MENU