Pesca fica proibida até Março de 2018 em Rondônia devido ao Período de Defeso

carilfnasdf

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) informa que a Portaria de n° 308, de novembro de 2016, continua vigente. De acordo com a Portaria a pesca profissional e amadora de qualquer espécie de peixe nos rio e afluentes que cortam o Estado de Rondônia fica proibida durante o período de defeso, época esta de procriação dos peixes e que vai de 15 de novembro de 2017 a 15 de Março de 2018.

A pesca fica liberada para as comunidades ribeirinha da seguinte forma, conforme informa Marli Lustosa – Gerente de Pesca, Aquicultura e Manejo de Fauna da Sedam, cota de cinco quilos de peixe por dia, pra cada família, para a sua subsistência, ficando proibida a comercialização desses peixes. A Sedam informa ainda que a pesca deve ser realizada com apetrechos permitidos pela legislação.

De acordo com a Secretaria o pedido de proibição de pesca vem da Federação de Pecadores de Rondônia, que e preocupam com uma futura escassez de peixes nos Rios de Rondônia, comprometendo o trabalho de centenas de pessoas que tem a pesca como sua atividade profissional.

Durante o período de defeso, que tem a duração de 120 dias, os pescadores profissionais irão receber o seguro defeso, auxílio de um salário mínimo por mês pago pelo Governo Federal.

A Sedam esclarece também que quem comercializa pescado deve realizar a declaração do seu estoque junto à Secretaria, entre os dias 16 e 20 de novembro. A comprovação é importante que para durante a fiscalização no período de defeso o pescador não sofra nenhum sanção por não conseguir comprovar a procedência do seu estoque.

Clique aqui para baixar a portaria.
 
Fonte
ACRI - Assessoria de Comunicação e Relações Institucionais
Foto - Rosinaldo Machado
Banner_Landing_750x120 modulo_de_consulta_publica_CAR_menor_03_03 fogo750x120 Banner_-_site_sedam